Agora sim, o ultimo dos 20.

2

Written on sexta-feira, janeiro 21, 2011 by Maria





A verdade é que nunca liguei muito à idade que faço. Desta vez, estou a ligar. Nos 18 não senti nada de especial. Estava mais concentrada na vida nova que estava a começar. Tinha acabado de chegar a Lisboa.  A casa estava por minha conta, os meus amigos tinham vindo comigo. É um momento especial para quem vive nas ilhas, pegar nas coisas e apanhar um avião. Chegar e saber que connosco, vieram todos os nossos amigos do liceu. Que estamos todos juntos. Sem pais. Com casas vazias e a liberdade e o futuro por nossa conta.
Aí começaram 10 anos novos na minha vida. No curso de direito primeiro. Nas festas todas. Todas as noites. Todos os fins de semana. Casa desarrumada de quinta a domingo. Segunda vinha a empregada. Os dias na sala de alunos. Os matraquilhos, o snooker, as horas infindáveis. As faltas às aulas apesar de estar sempre na faculdade. Os amigos novos. Para sempre. A minha prima T, sempre ali ao lado,  as nossas para sempre bebedeiras. A Brasserie. Conhecer Lisboa pelas linhas vermelha, amarela, azul, verde. A paixão que agora nem compreendo. A rotina desrotinada. E depois, o ódio pelo meu curso. O querer mudar. A mudança.
A turma nova. A faculdade de cara lavada de repente. Mais amigos. Para sempre e sempre e sempre, espero. O ténis outra vez. A Mariana em Milão. As Joanas em Roma. O qualromaqualq. Os amigos da madeira a desaparecer um a um. Todos a apanhar o avião de volta e eu a ficar.
Outro avião, agora para o Brasil. A Viagem. As Divas. O sufoco no bairro que ainda chateia. As noites de estudo e a casa pizza. Mtics. Rita Fuckingeiras. Ficar em casa à sexta. Descobrir a publicidade. O último dia de aulas. O fim de uma era. A Luiza em Londres.
O primeiro dia de trabalho. Os estágios. O primeiro contrato. O primeiro contrato no fim. O segundo contrato. A Nossa. A certeza. A incerteza. Ai o André. Ai o cabrão do André. A libertação. O CCP. Ai o André.  A Joana em Londres. A casa nova. A porta da casa de banho que eu sempre quis. Benfica. A zona e a vida nova. Ficar em casa sexta e sabado. E amanhã, o fim dos 20. Disseram-me ontem, se chegaste lá feliz, é isso que interessa. E se cheguei. 

If you enjoyed this post Subscribe to our feed

2 Comments

  1. Tesha |

    Amei cada momento que partilhei contigo e continuo a amar sentir-te bem pertinho de mim.
    Eu que levo já meio ano de avanço nos 30, digo-te do alto da minha sabedoria...
    mais vale trintinha que vintona!
    Eis que começa toda uma nova década repleta de dias por estrear e que tu vais encher como só tu sabes. Será melhor que a anterior? Só depende de ti... Será concerteza diferente da anterior, mas ainda bem. Venha o desconhecido.
    E daqui a 10 anos espero estar aqui, neste mesmo sitio, a partilhar a minha "longa" sabedoria... de meio ano mais velha! ;)
    Um beijo enorme, ainda não de parabéns porque ainda faltam 31 minutos...

     
  2. piccola Maria |

    meio ano é meio ano a mais. é sempre bom ter alguém mais sabio por perto :)
    vivás pimas tritinhas!!

     

Publicar um comentário